Frase do dia

janeiro 30, 2011

Para o ignorante, a velhice é o inverno da vida; para o sábio, é a época da colheita.

(Talmude)


Pessoas que dormem mal são menos atraentes, diz estudo.

janeiro 30, 2011

A ideia de que dormir o suficiente é como um tratamento  de beleza não é um mito, segundo um estudo realizado por cientistas suecos do Instituto Karolinska de Estocolmo.

O conceito do que muitos chamam de “sono de beleza” já era conhecida, mas os pesquisadores apontaram que tinha que ser fundamentado do ponto de vista científico.

As pessoas que dormem mal são menos atraentes, dizem os pesquisadores.

Os cientistas suecos afirmam que as pessoas que formem mal por longos períodos de tempo são menos atraentes e menos saudáveis do que aqueles que dormem bem. Suas conclusões foram publicadas na última edição da revista médica britânica British Medical Journal.

Os cientistas fotografaram um grupo de 23 voluntários depois que eles dormiram oito horas e voltaram a fotografar em outra ocasião, mas após mantê-los acordados durante 31 horas.

Os voluntários privados do sono apareciam nas fotos menos saudáveis e menos atraentes, diz o estudo, e completa que os participantes não foram maquiados e as fotos foram tiradas sempre a uma mesma distância e com a mesma expressão facial.

“As pessoas que se privam do sono são menos atraentes, menos saudáveis e mais cansada que quando estão descansadas”, afirmaram os autores do estudo.

Segundo os cientistas do Instituto Karolinska, esses resultados podem ajudar os médicos a detectar problemas de saúde nos pacientes.

Fonte: Planet WTF / 20minutos.es


Frase do dia

janeiro 29, 2011

Para mim, o maior dos suplícios seria estar sozinho no Paraíso.

(Goethe)


O rio e o oceano

janeiro 28, 2011

Diz-se que, mesmo antes de um rio desaguar no oceano, ele treme de medo.

O rio olha para trás, durante toda a jornada, vendo os cumes, as montanhas, o longo caminho sinuoso através das florestas, através dos povoados, e vê à sua frente um vasto oceano. Entrar nele nada mais é do que desaparecer para sempre.

Mas não há outra maneira. O rio não pode voltar. Ninguém pode voltar.

Voltar é impossível na existência. Você pode apenas ir em frente. O rio precisa arriscar-se e entrar no oceano.

E somente quando ele entra no oceano é que o medo desaparece, porque apenas nesse momento o rio saberá que não se trata de desaparecer no oceano. Mas tornar-se oceano.

Por um lado é desaparecimento. Por outro, renascimento. Nós também só podemos ir em frente e arriscar.

Vamos avançar firme e tornar-nos oceano.


Frase do dia

janeiro 28, 2011

Para falar ao vento bastam palavras. Para falar ao coração, é preciso obras.

(Padre Antonio Vieira)


Frase do dia

janeiro 27, 2011

Os teus atos, e não os teus conhecimentos, é que determinam o teu valor.

(Johann Fichte)


Para quem você trabalha?

janeiro 27, 2011

Recentemente fui servido por um garçom mal-educado. Sua linguagem corporal dizia mais ou menos o seguinte: “quem mandou você vir a este restaurante?”. Ele demorou 20 minutos para me trazer um cappuccino e, quando chegou, metade estava no pires. Conversando, eu lhe perguntei sobre seu trabalho e seu patrão. Aí ele disse: “É claro que não quero trabalhar para esse cretino o resto da vida”.

Infelizmente o nosso garçom esqueceu um aspecto importantíssimo da vida no local de trabalho: a gente não trabalha para o patrão; trabalha para si mesmo.

Nenhum empregador é perfeito, e pode ser que seus colegas sejam preguiçosos. Mas quando você se candidata a um emprego, o seu dever é dar o melhor de si e não prejudicar o cara que assina os cheques no fim do mês.

Quando você só dá 50 por cento do seu esforço, acaba sofrendo muito mais do que o patrão. Este, quando muito, sai perdendo algum dinheiro. Você perde o entusiasmo e a auto-estima, além de um bom pedaço da vida.

Algumas pessoas acreditam que há coisas “boas” e coisas “ruins” para fazer na vida. Não é assim. Uma pessoa interessante pode tornar interessante um trabalho tedioso… Gostar do trabalho é uma escolha. Há pessoas que são capazes de transformar as piores atividades num prazer! Elas simplesmente partem do princípio de que o trabalho deve ser interessante, e pronto!

Em poucas palavras: você dá o melhor de si não porque precisa impressionar as pessoas. Dá o melhor porque é a única maneira de gostar do trabalho.

Andrew Matthews, no livro “Siga seu coração”