MENSAGEM DO VELHO AO MOÇO

setembro 29, 2009

Você já foi criança um dia… mas os anos se dobraram e fizeram de você um jovem, quase um adulto. E agora você me olha com certo desprezo, só porque muitos anos se desdobraram para mim e, hoje, eu sou um velho…
Você observa minhas mãos trêmulas e enrugadas, e se esquece que foram as primeiras a acariciar as suas, inseguras, na infância.
Você critica os meus passos lentos, vacilantes, se esquecendo de que foram eles que orientaram seus primeiros passos.
Você reclama quando lhe peço para ler uma palavra que meus olhos já não conseguem ver com precisão, se esquecendo das várias palavras que eu repeti, inúmeras vezes, para que você aprendesse a falar.
Você fala da lentidão das minhas decisões, esquecendo-se de que suas primeiras decisões foram determinadas por elas. Você diz que eu sou um velho desatualizado, mas confesso que pensei muito pouco em mim, para fazer de você, um homem de bem.
Você reclama da minha saúde debilitada, mas acredite, muito trabalho foi preciso para garantir a sua.
Você ri quando não pronuncio corretamente uma palavra, mas eu lhe afirmo que esqueci de mim mesmo, para que você pudesse cursar uma universidade.
Você diz que não possuo argumentos convincentes em nossos raros diálogos. Mas, muitas foram as vezes que defendi você em situações difíceis em que se envolvia.
Hoje você cresceu…
É um rapaz cheio de vida … esqueceu sua infância, seus primeiros passos, suas primeiras palavras, seus primeiros sorrisos…
Mas acredite, tudo isso está bem vivo na memória deste velho cansado, em cujo peito, ainda bate o mesmo coração amoroso de antigamente.
É verdade que o tempo passou, mas eu nem me dei conta. Só notei, naquele dia… naquele dia, em que você me chamou de velho pela primeira vez… e eu olhei no espelho.
Lá estava um velho de cabelos brancos, marcas profundas no rosto e um certo ar de sabedoria, que na imagem de ontem não existia.
Por isso, eu lhe digo meu jovem, que o tempo não perdoa, e um dia, você também vai olhar o espelho e perceberá que a imagem nele refletida, não é mais a que hoje você admira.
Mas você sentirá que, em seu peito, o coração ainda bate no mesmo compasso…
Sentirá que o afeto que você cultivou não desapareceu… Que as emoções vividas ainda podem ser sentidas como nos velhos tempos…
Sentirá que as palavras amargas ainda lhe machucam com a mesma intensidade… E, que apesar dos longos invernos suportados, você não ficou frio diante da indiferença daqueles que embalou na infância…
Por isso, eu lhe aconselho, meu filho:
Não ria, nem reclame do estado em que estou… eu já fui o que você é, e você será o que eu sou…

LIÇÃO DE VIDA: Vamos sempre respeitar, amar, dar atenção, carinho e compreensão aos nossos idosos.
Exatamente o que esperamos que façam conosco quando estivermos com a idade bastante avançada.

Anúncios

Pão Cascudo – tipo italiano

setembro 28, 2009

Rendimento: 1 porção

Ingredientes:

  • 3 xícaras farinha de trigo
  • 1 envelope de fermento biológico seco
  • 1 colher (sobremesa) de sal
  • 1 ½ xícaras de água
  • Ervas secas (usei manjericão e orégano)
  • Óleo para untar
  • Modo de Fazer: 

1 – Misture o fermento à farinha

2 – Depois de misturado, coloque todos os ingredientes em uma vasilha e misture com a ajuda de uma colher, não manipule muito, mexa apenas até agregar os ingredientes

3 – Cubra com plástico e deixe crescer por 4 horas

4 – Unte levemente um refratário com óleo e vire a massa sobre ele

5 – Cubra com plástico filme e deixe descansar por 30 minutos

6 – Depois de 15 minutos, coloque no forno bem quente o refratário de vidro com a tampa

7 – Depois dos 15 minutos tire o refratário do forno com cuidado e passe a massa para ele

8 – Não se preocupe com a aparência, ele vai ter a forma do refratário, se redondo, vai ficar redondo, se oval, ficará oval

9 – Tampe e leve ao forno até que o pão esteja bem dourado

10 – Retire o pão do recipiente, e coloque-o sobre uma grade para esfriar

 10802_g


Tudo vai e volta

setembro 27, 2009

Até que enfim o tempo está melhorando, o calor vem se aproximando e a tendência é e esperarmos que a “gripe suína”, que anda por aí angustiando e matando a população, desapareça de nossos dias. O que não podemos esquecer é a Dengue que, com o calor e o nosso descuido, chega logo para atormentar.

Crianças doentes, familiares doentes e hospitais lotados. A contaminação está avançando cada vez mais e as pessoas estão cada vez mais preocupadas.

Quando estamos resolvendo um problema nos abatemos com outro e por aí vamos, sempre preocupados com alguma coisa.

O terrível é certificar com certeza se estamos somente gripados, uma vez que a gripe está camuflada e muita gente, quando chega ao diagnóstico, está prestes a morrer.

Enquanto isso, o barco da saúde está à deriva e o governo luta contra uma baixaria revoltante de corrupção e ilegalidades.

Agora as coisas por lá não terminam em pizza e sim cobertas por um maravilhoso e enorme edredom que aconchega contra o frio.

Ninguém é culpado de nada, ninguém pratica nenhum ato ilícito e tudo caminha bem, como se nada acontecesse que pudesse desabonar.

Os ricos, podendo ou não, continuam mais ricos e os pobres, por erro gravíssimo da natureza, continuam cada vez mais pobres. Até a bolsa família está indo para mãos erradas e quem realmente precisa continua precisando.

Nenhum conhaque pode salvar esta dureza chamada Brasil.

O horário político está voltando e chegando de mansinho vai entrando em nossa casa com as mesmas “caras” dos candidatos ora candidatos à prisão por erros cometidos e ora colocados como santos prestes a serem canonizados. O que se esquece e não se entende é como eles conseguem ir e vir com tamanha cara de pau. Ladrões ou não? Corruptos ou não? Safados ou não? Talvez somente modelos de cuecas lotadas de dólares.

Todos vão e voltam, parecendo até aquele programa da Prefeitura, que envolve transporte escolar “Vai e Volta”, hoje conhecido por TEG.

A maré está pra peixe no pré-sal e não é que já está dando briga?

Quem toma conta e quem ganha o presente?

Tudo o que envolve dinheiro dá encrenca. Tudo o que envolve dinheiro, mesmo que o “real”, causa patifaria.

Uns se esforçando tanto para termos um País mais digno e rico e outros do mesmo País, não tão esforçados e dignos, a grande maioria da casta da população governante vem detonando causas e sem esforço algum causando pavor na população.

O triste e cruel é que os que morrem por falta de atendimento médico, por falta de dinheiro e consideração, são pessoas na grande maioria consideradas poeira de uma sociedade hipócrita e desmedida que nos toma por idiotas diariamente e ainda entram em nossa casa no melhor horário que temos durante o dia para ficarmos com nossa família exibindo cacife e honestidade para tornar nosso governo leal.

Valha-nos Deus!


Novidade na Rádio Educadora

setembro 27, 2009

A nossa Educadora de Limeira agora transmite os jogos de futebol com a equipe da Rádio Eldorado/ESPN. Os principais jogos com os mais experientes profissionais do rádio esportivo. Parabéns Caio Bortolan, pela contratação. Voce pode ouvir em qualquer lugal com som digital  http://www.educadoraam.com.br


Piracicaba Agora fica maior

setembro 27, 2009

A partir de 1° de outubro o meu programa na Tv Beira Rio fica maior. Vamos entrar no ar às quinze para as seis da tarde e ficar no ar até seis e meia. E de segunda a sábado. Vem aí muitas novidades e um novo cenário virtual. Voce pode asssitir em qualquer lugar do planeta pela internet  www.tvbeirario.com.br e quem vive na região de Piracicaba, pela Net canal 21 e no canal aberto UHF 32.  Te espero de Tv ligada….

ESTUDIO 1


Descontração nos estúdios

setembro 27, 2009

Foi na gravação do programa da Vera Lúcia, nos estúdios da TV Beira Rio, quando estiveram presentes os atores da peça O Gato de Botas. Muito legal o encontro.

GATO DE BOTAS 3

GATO DE BOTA


Vídeo sobre a história do Rádio no Brasil

setembro 26, 2009